sábado, 10 de novembro de 2007

Aquela Rapariga


Aquela rapariga matou o amor de todos os homens que gostam do amor. Porque é bonita e é má. Porque não poderia acontecer outra coisa sendo bonita e má tal como é. Até ao dia em que encontrar aquele - o tal - que for mais safado e belo que ela.

Aquela rapariga cumprirá então a sina de sofrer pelo amor negado. Esperando idiota o tempo de recuperar a serenidade de ser bonita e má -- naqueles e só naqueles momentos em que vale a pena ser bonita e má.

Quando a altura chegar, aí, finalmente, cumprirá o amor em que o amor se merece de tanto prazer para dar.

Aquela rapariga ainda vai ser feliz.

3 comentários:

souloffire disse...

Será? Será que existem boas e más raparigas? Boas e más pessoas?

Será que é tudo a preto e branco?

E a gama dos cinzentos?
Será que nós as "raparigas" e os "rapazes" também, não temos uma paleta de cores mais variada?
Penso que nem todos temos é a mesma facilidade em mostrar as nossas cores mais bonitas..

Beatriz

Stillforty disse...

Conheço esta rapariga de qualquer lado :)

O PleasuredomeII ainda existe, o link está mal posto.
deixo aqui;
http://pleasuredomedois.blogspot.com/

Stillforty disse...

Não procures o meu nick no Google.
:))))